No imediato, quando pensamos em profissionais da voz lembramo-nos facilmente de cantores e atores, mas também professores e jornalistas. Concordam? Estes profissionais, ainda que com exigências vocais diferentes, dependem da sua voz no exercício da sua profissão e são por isso “profissionais da voz”. 

Mas há muitos mais “profissionais da voz”, pessoas com profissões que dependem da voz no exercício das suas funções como operadores de call center, vendedores, profissionais de saúde, entre outros.  

A voz é utilizada no dia-a-dia por quase todos nós, pelo que a perda de voz, ainda que transitória, acarreta alguns incómodos na nossa comunicação e atividades diárias.   

Uma perturbação da qualidade vocal destes profissionais pode ter consequências diretas na sua profissão, comprometendo o exercício da mesma, pelo que é importante que tenham consciência das exigências para a sua voz e a saibam usar da forma mais eficiente e sem prejuízos para a qualidade vocal. 

Se acham que vossa voz não corresponde às vossas necessidades, tendo dificuldade em cantar, cansando-se facilmente a falar, ficando rouco com facilidade e de forma persistente pode estar na altura de procurar um profissional (ou profissionais)  que vos possa orientar para melhorar a vossa voz!